quarta-feira, 10 de novembro de 2010

LEVÍTICO 18:22: “COM HOMEM NÃO TE DEITARÁS, COMO SE FOSSE MULHER. ISTO É UMA ABOMINAÇÃO”!

Sempre fico impressionado com a pletora de temas que é comercializado sob um rótulo generalista de “subgênero homossexual”. Paralelamente aos estúdios hollywoodianos e aos filmes de culto cinefílico que são lançados ano após ano, existe uma indústria ‘gay’ que despeja estórias e mais estórias prototipicamente dramáticas sobre menininh@s que se apaixonam por outr@s menininh@s e entram em crise consigo mesm@s (no que tange aos valores morais apreendidos até então) e com a sociedade preconceituosa que @s rodeia. E, neste sentido, “Rock Haven” (2007, de David Lewis) tinha tudo para ser um daqueles filmes absurdamente enfadonhos e afetados, ao qual eu teria que assistir por mera obrigação profissional e extra-sexualista. Para a minha surpresa (surpresa!), mesmo ruim, o filme é funcional em seu clamor romântico e reivindicativo. E, como tal, não desperdicei 78 minutos de meu tempo ao prestar atenção em seu enredo entupido de clichês e situações comuns.

Sinopse: Brady é um mocinho de 18 anos, extremamente católico, que vai morar com sua mãe controladora numa pequena cidade à beira-mar. Lá, apaixona-se por um vizinho desleixado no plano religioso, que sempre lhe aparece em pensamentos quando ele está tomando banho. Se masturbação já é considerada pecaminosa por si só para os católicos, imagina pensar no pênis ereto de outro rapaz...! Brady se desesperava, atormentado pelas tentações negadas da carne. Seu corpo tremia, sua genitália pulsava, imagens de seu vizinho arreganhando o zíper irrompem na tela. Mas é pecado fazer isso, não pode! E ele chora, mas, com o tempo, percebe que seu sentimento não é tão herético assim e ele enseja até um namorico com o seu objeto de desejo. Aí, a mãe dele descobre tudo e... O resto só vendo o filme, mas não é difícil imaginar o que acontece. O final tinha que ser feliz, a fim de consolar os anseios do público-alvo, ou, no mínimo, conformador. E, em dado momento, um personagem diz ao outro, como se fosse uma reprimenda: “tua fé é maior do que nós dois”. Isso é errado?

Resposta: não, não é. Pelo contrário, é uma declaração boníssima de fidelidade, que está atrelada a um documento recente do Vaticano manifestando parecer obviamente contrário ao casamento entre pessoas do mesmo sexo, mas sendo discreto na condenação deste tipo de comportamento: o que é condenável, segundo a Igreja, são as práticas homossexuais e não as pessoas homossexuais, como se houvesse diferença (risos). Em outras palavras: é permitido ser homossexual, desde que não se pratique a homossexualidade. Fácil, né?

Observação: ainda voltarei a falar sobre este assunto.

Wesley PC>

2 comentários:

Arnaldo Ribeiro disse...

REPATRIANDO PARA JERUSALÉM O POVO DE ISRAEL QUE PERMANECIA EXILADO NA BABILÔNIA, CULTUANDO DEUSES FAJUTOS E PADECENDO SOB O JUGO DE PECADOS INCONSCIENTES: Até o dia 30.09.1985, poucos entendiam o significado disto: (AP.17.5) – BABILÔNIA, A GRANDE, A MÃE DAS MERETRIZES E DAS ABOMINAÇÕES DA TERRA: (IS.16.14) – AGORA, PORÉM, O SENHOR FALA E DIZ: (LE.1.12) – EU, O PREGADOR, VENHO SENDO REI DE ISRAEL EM JERUSALÉM; (JÓ.34.30) – PARA QUE O IMPIO NÃO REINE E NÃO HAJA QUEM ILUDA O POVO: (JR.29.20) – OUVI, POIS. A MINHA PALAVRA, TODOS VÓS, OS QUE ENVIEI DE JERUSALÉM PARA O EXILIO DA BABILÔNIA; (1PE.4.17) – PORQUE A OCASIÃO DE COMEÇAR O JUÍZO PELA CASA DE DEUS É CHEGADA: (LV.17.12) PORTANTO, TENHO DITO AOS FILHOS DE ISRAEL: Agora todo mundo entenderá que os donos da mídia, os gentios, e todos os desalmados que escondem da nossa gente a herança que a Ação do Amor tem legado aos futuros Cristãos, através da Bibliogênese de Israel; JÁ PASSARAM A SER PECADORES CONSCIENTES, pois sabem que perpetuam a ignorância dos descrentes que continuarão na Babilônia praticando o mal da mentira, da idolatria, da imoralidade, da prostituição, dos casamentos ilícitos, do aborto, da corrupção, da injustiça, da violência, das guerras, e de muitos outros pecados abomináveis; que têm infernizado a vida terrena: Todavia, graças à Esta Providência Divina, é assim também que já iniciamos o repatriamento dos Seres Vivos para Jerusalém - a terra prometida -, segundo a soberana vontade De Deus: (MT.810) – OUVINDO ISTO ADMIROU-SE JESUS E DISSE AOS QUE O SEGUIAM: (LC.8.45) - ALGUÉM ME TOCOU, PORQUE SENTI QUE DE MIM SAIU PODER: (JB.15.22) - SE EU NÃO VIERA, NEM LHES HOUVERA FALADO, PECADO NÃO TERIAM, MAS AGORA NÃO TEM DESCULPA DO SEU PECADO; (1TS.4.3) – POIS ESTA É A VONTADE DE DEUS: (JB.15.25) – ISTO, PORÉM, É PARA EU QUE CUMPRA A PALAVRA ESCRITA NA SUA LEI: (AP.18.10)– AI! AI! TU, GRANDE CIDADE, BABILÔNIA, TU PODEROSA CIDADE!, POIS, EM UMA HORA, CHEGOU O TEU JUIZO; (2CO.10.7) – OBSERVAI O QUE ESTÁ EVIDENTE, no âmago dessa parábola:
(JR.50.46) – AO ESTRONDO DA TOMADA DE BABILÔNIA, ESTREMECEU A TERRA; E O GRITO SE OUVIU ENTRE AS NAÇÕES:
(São 72 letras e 4 sinais que gritam entre os Seres que já estão despertos):
DEUS TESTOU A GENTE NA VIDA ETERNA DE SÁBIO, E EU TESTO O CORAÇÃO SEM AMOR: ARNALDO RIBEIRO

Arnaldo Ribeiro disse...

JESUS CRISTO LIVRA A FAMILIA TERRENA DO MAL DO ABORTO COM O PODER DA FÉ: (ES.57.2) - (LE.6.1) – Há um mal que vi debaixo do sol, e que pesa sobre os homens: (DT.13.11) – E todo o Israel ouvirá e temerá, e não se tornará a praticar maldade como esta no meio de ti; (JR.15.5) – pois quem compadeceria de ti, ó Jerusalém? (LE.5.18) – Eis o que eu vi: (EC.25.26) – Toda a malicia é leve em comparação da malicia da mulher, sobre ela caia a sorte dos pecadores: (ÊX.32.31) - Ora, o povo cometeu grande pecado, fazendo para si deuses de ouro: (SL.57.2) – Clamarei ao Deus Altíssimo, ao Deus que por mim tudo executa: (LM.2.20) – Vê, Senhor, e considera a quem fizeste assim! Hão de as mulheres comer o fruto do seu carinho? Ou se matará no santuário do Senhor, o sacerdote e o profeta? (JÓ.10.18) porque, pois, me tiraste da madre? Ah! Se eu morresse antes que olhos nenhuns me vissem; (JÓ.81.16) – ou, como um aborto oculto, eu não existi ria, como crianças que nunca viram a luz:(JÓ.5.4)–Os seus filhos estão longe do socorro, são espezinhados as portas e não há quem os livre: (LE.8.11) – Visto como não se executa logo a sentença sobre a má obra, o coração dos filhos dos homens está inteiramente disposto a praticar o mal: (HC.2.2) – O Senhor me respondeu e disse: (IS.7.7.) – Isto não subsistirá nem tampouco acontecerá: (ÊX.23.26) – Na tua terra não haverá mulher que aborte, completarei o numero dos teus dias; (1CO.15.45) – pois assim está escrito:(AR.916.64)

(Na pagina 156 da Bibliogênese: São 973 letras e 56 sinais que revelam isto):

Eu sou o Espírito do Senhor Deus, do vosso Pai Eterno, que testei as almas dos filhos de Adão e Eva na minha Lei, e que hoje diz a verdade aos Homens e as Mulheres, na ação de um Santo Profeta que crê, ama, luta e tem falado por mim: Escutai, entendei, amai e lutai; pois haverá bom futuro no Homem que se faz filho do amor, e que se levanta como esse Ser Espiritual iluminado, como o Cristo: Agora existe outro Cristo com o poder do seu Deus, e não haverá mais a malicia do diabo, nem o abominável mal do aborto; porque aqui o Filho do Homem decreta e promulga esta sentença na Santa Lei de Deus: Quem praticar o aborto na obra da criação, cometerá uma loucura e um pecado imperdoável, pois o aborto provocado será considerado como crime de morte na terra do futuro povo Cristão: Então, tanto os homens como as mulheres já passaram a ser pecadores conscientes à luz do saber de Israel, e também não poderão escapar da mão do Senhor, como execu-tores desse crime: Testemunhai que Cristo veio ensinar aos Cristãos como executar as nossas leis e estatutos, e a espiritualizar as almas das crianças, ao ler à si: O Senhor Deus provou aos Homens e às Mulheres que eu existo como o Cristo? E seguireis o nosso Espírito que não mor-rerá? (IL.973.56)