sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

“SÓ SEI QUE EU RESPIRO!”

Enquanto um amigo via o filme almodovariano que dá sentido ao título desta postagem – quiçá, ao lado de seu irmão mais novo que padece de rinite crônica – eu lutava com um paroxismo de sinusite, daqueles que fazem parecer que uma família de caranguejos foi assassinada e decomposta em minhas narinas... Fedia, fedia muito!

Liguei a TV e me deparei com um surpreendente filme brasileiro, em cujo desfecho eu havia dormido na primeira vez que o vi. Revendo, pareceu-me ainda melhor: “Os Imorais” (1979, de Geraldo Vietri), verdadeiro libelo contra a hipocrisia das famílias pequeno-burguesas, em que um pai homossexual que tem um caso com o motorista vive de aparências com sua esposa ninfomaníaca, cujo filho anseia por fazer sexo com a linda personagem de Sandra Bréa, mas que, aos poucos, revela-se compulsivamente obcecado pelo homossexual maravilhosamente vivido por Paulo Castelli, que faz sexo pela primeira vez com uma mulher e se apaixona, quer casar com ela. Mas, na vida real, as coisas não se resolvem tão facilmente assim: o filme é realista, logo, o final é triste, acachapante, certeiro. E eu sinto como se uma ereção quisesse crescer em mim...

Enquanto escrevo, ouço o primeiro disco do barão vermelho sem a colaboração do Cazuza. Lançado em 1985, “Declare Guerra” tem como ponto máximo de sua lista de canções a faixa 10, “Que o Deus Venha”, baseada em prosa da escritora Clarice Lispector. E eu amo e, às vezes, despejo isso na masturbação. Pelo menos, eu digo na cara – “e sem tocar nos óculos”, como virou jargão complementar, de minha parte, nos últimos dias. Será que ele gozou ao ver o Vicente transformado em bela mulher?

Wesley PC>

2 comentários:

Kim Lima disse...

Grande filme com temática psicológica/ sexual, grande elenco de atores(Sandra Bréa deslumbrante ) e direção. O final surpreendente...realmente um grande filme Brasileiro pouco conhecido, gostaria de revê-lo novamente.

Gomorra disse...

Tive a oportunidade de ver este filme duas vezes... Fica ainda melhor na revisão: o Geraldo Vietri merece ser melhor conhecido como diretor de cinema também, para além de sua fama como realizador de telenovelas na TV Tupi... (WPC>)