quinta-feira, 16 de setembro de 2010

PENSE RÁPIDO: TU TE CONTAMINARIAS PROPOSITALMENTE COM ESQUISTOSSOMOSE POR AMOR?

Fiz a enquete acima no trabalho, na tarde de ontem, e, pelo visto, somente eu respondi que sim. O que me conduz a um novo questionamento: é de amor ou de exibicionismo fetichista que estamos a falar aqui? Nos dois casos, somente eu respondi que sim. Pois, afinal de contas, eu fico muito mais preocupado quando ele fica doente do que eu. Vide “Luz de Inverno” (1962, de Ingmar Bergman). Vide!

Wesley PC>

2 comentários:

tatiana hora disse...

hahahaha
eu cansei de tentar definir o que é amor e o que não é.
de dizer que amor não existe, que é uma invenção boba.
que é coisa de emo.
ou que só começa depois de tantos tempos juntos.
ou que é nobre e envolve respeito e cuidado. e que isso e aquilo não é amor, que aquelas pessoas X não sabem amar...
ser humano nem é perfeito assim pra ter um sentimento tão nobre.
talvez ninguém saiba amar. ou quem sabe amor seja isso mesmo.
não sei. não faço ideia.

MARCIA CRISTINA disse...

não sei