quinta-feira, 9 de setembro de 2010

CONCLUSÃO # 399: QUEM GOSTA DE PÉRE UBU É FÃ DE TALKING HEADS!

É incrível como parece!

Numa dada conversa de MSN em 2003, percebi que um amigo esquálido ouvia uma banda chamada Pére Ubu enquanto conversava comigo. Achei o nome familiar e disse que conhecia, mas, na verdade, eu estava a confundir o nome da banda com a peça de Alfred Jarry de onde o título foi extraído. Lembro que meu interlocutor ficou empolgado: “tu já ouviste Pére Ubu?! E o que achaste?”. Não soube o que responder. Depois que baixei “Dub Housing” (1978), percebi que nunca tinha ouvido esta banda. Conheci o som deles ontem e, caramba, como parece com David Bowie ou Talking Heads, artistas de quem o meu amigo é demasiado fã! Tudo se explicou facilmente à primeira audição...

Apesar de ser enciclopedicamente tachada como uma banda de ‘post-rock’, o Pére Ubu corresponde ao que eu aprendi a reconhecer como ‘new wave’. As canções são demasiado experimentais, intelectualizadas ao extremo, repletas de citações eruditas e discursos protestantes facilmente compreensíveis. Gostei da abertura com “Navvy”, curti os grunhidos incidentais da faixa-título (que eu não sei como traduzir, mas a gravura da capa é aparentemente elucidativa) e achei “Caligari’s Mirror” uma fofura. Entretanto, tenho ainda que aprimorar muito a minha recepção anglofílica a fim de apreender a contento tudo o que este álbum tem para me transmitir...

Wesley PC>

Um comentário: