sexta-feira, 16 de abril de 2010

MEUS PROBLEMAS COM A GALHARDIA...

Enquanto almoçava, vi o curta-metragem russo-japonês-canadense “O Velho e o Mar” (1999, de Aleksandr Petrov), ultra-premiado ao redor do mundo e encantador para todos aqueles que o prestigiam. Achei-o ótimo como qualquer pessoa sensata acharia, mas algo me incomodou no roteiro: o elogio à galhardia. Baseado num famoso romance de Ernest Hemingway, o roteiro deste curta-metragem versa sobre Santiago, um velho pescador que desafia sua própria vida na luta com um gigantesco peixe-espada, com o qual se sente irmanado e o qual faz lembrar a coragem de sua juventude. Lembrei de um conto sergipano no qual não consegui me identificar nem me compadecer por um narrador enfadado com a velhice que o circunda. Preciso ler Ernest Hemingway URGENTE!

Wesley PC>

Um comentário:

João Paulo dos Santos disse...

Esse livro é simples e comovente. abrs