segunda-feira, 12 de abril de 2010

ALGUÉM MAIS NÃO SABIA QUE O MALCOLM McLAREN TINHA MORRIDO?


Na mesma semana em que confesso ao mundo a minha disposição recente em prestar atenção a matérias jornalísticas recentes – coisa que nunca liguei muito até então, não obstante o prazer supostamente vocacional em relação ao curso em que agora estou matriculado – fui seduzido pelas repetições sensacionalistas de notícias com larga repercussão climático-trágica e não me atentei que foi noticiada a morte de Malcolm McLaren (1946-2010), verdadeiro repaginador do ‘punk’, a criatura que se serviu da repercussão protestante do pauperismo social transformado em música e lançou um verdadeiro rótulo indumentário, aquele do qual Xuxa Meneghel (para ficar num exemplo mais absurdo) se serviu para lançar no mercado calças ‘jeans’ prévia e minuciosamente rasgadas na própria fábrica. Evidentemente, há quem ame o empresário, há quem o deteste e há quem seja justo e ignore o vazio polemicista e concentre-se no que realmente importa em relação ao ‘punk’. Como eu sou aficcionado por campanhas publicitárias ambíguas e bem-sucedidas, gostava sim do Malcolm McLaren e queria ter descoberto a notícia de sua morte há tempo, para lhe prestar a devida homenagem midiática. Só eu que não sabia?

Wesley PC>

4 comentários:

Leno disse...

Eu vi a notícia na quinta, dia em que morreu (se minha memória não falha agora).
Tem esse lance de alguns punks detestarem o finado McLaren, mas bom ou ruim o cara movimentou a história do rock .

Pseudokane3 disse...

Movimentou a história da Moda! Mas eu gosto dele mesmo assim (kkkk)...

Grande mente oportunista!

WPC>

Leno disse...

E o Punk não virou moda? hehe

Rafael Maurício disse...

eu vi no dia tb, acho, falei com Feop, ele riu