sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Wado e fugas do tema principal

Bem, esta é a primeira vez no ano que escrevo no blog, e pra não perder o costume, para propagandear música. Desta vez, pra falar de Wado, um alagoano nascido em Santa Catarina.

Há muito tempo que ouço falar desse cara e vi até algumas matérias sobre ele em alguns programas de música na TV. Mas, só depois de ouvi a música "Fita Bruta" na Aperipê FM que eu me interessei em baixar os álbuns. Confesso que não gostei de toda obra, mas tem música que é foda, e a própria "Fita Bruta" é uma das melhores.

Por falar em Aperipê FM... a programação tem melhorado bastante. Foi a única rádio que ouvi tocar Comadre Fulorzinha e o finado grupo Mestre Ambrósio. Claro que também toca aquela mpbzinha chata, tipo Maria Rita, Vanessa da Mata, Céu... É nessa hora que você desliga o rádio e coloca pra tocar aquele seu cd entupido de mp3 que você não sabe ao certo se já ouviu.

Por falar em Comadre Fulorzinha... É um grupo muito bom de Pernambuco, formado em sua grande maioria por mulheres. Mulheres talentosas. Acho até que Maria Gastona deveria se inspirar nelas pra ficar menos pior (Pronto, falei!).

Tentando voltar a Wado... Lembro que algumas vezes eu conversei com Roger e talvez com outras pessoas sobre a auto censura das novelas que nada transgridem, muito pelo contrário, são capazes de abolir do roteiro um previsto beijo entre pessoas do mesmo sexo para não contrariar uma certa opinião pública. Que merda! Aí vem Wado e me diz na música "Fita Bruta" do disco "Terceiro Mundo Festivo" de 2008:

"E esta é a maior censura
Esta que não tem cura
Que nasce dentro do autor".

Se não tem cura, isso eu não sei. Mas que é uma desgraçada, Ah! Isso é!


Leno de Andrade

4 comentários:

Gomorra disse...

pow Barba me apresentou esse som e a primeira impressão que ficou em mim qndo escutei o cd do Wado foi das melhores.e olha que que barba anda num marasmo musical que dá tedio.rsrsr.mas gostei muito do som simples e bastante poetico do brother.
"...olha aqui sou eu pendurado..."

Já Maria gastona e Cumadre já ñ tenho muitos elogios.

É legal saber o que a galera tá escutando de vez enquando.E musica sempre rende aprendizados e discussões legais.Menos com Barba é claro...rsrsrsr

Gomorra disse...

flw plebas.

vê se aparece na gomorra ou apenas aprece.

ass.Glauco Moura Santos(madruga)

Pseudokane3 disse...

(risos)

Muito boa a frase que destacaste e a reflexão daí advinda. Conheço o Wado desde a era de faculdade, mas só tenho um álbum dele, não sei o quê com a palavra inglês no título, sendo que a musiquinha mais grudenta fala algo como "chocolate em minha xí-cara" (risos - assim, silabado mesmo). É legalzinho, mas a voz dele é chata e enjoativa (risos)

Bom e justo teu elogio à rádio Aperipê, mas... Mas...

(dá para completar mentalmente, né?)

WPC>

Leno disse...

Colé Madruga, eu gosto de discutir música com Barba rsrs, ultimamente até q a gente mais concorda ou trocamos informações musicais.
Quero aparecer na Gomorra, mas sem a meia-passagem e sem grana minhas saidas tão limitadas.

Wesley, a voz dele é enjoativa mesmo, a gente faz um esforço pra aguentar hehe