terça-feira, 2 de junho de 2009

Ainda sei a senha

Oremos

Preservativos do anti-catolicismo
Me salvem e guardem de uma santa incompetência
Não deixem que me exterminem os índios
Tacape e flechas da minha consciência

Toda floresta haverá de ouvir o sino
Que desatina minha divina paciência
Preservativos me evitem comprimidos
E analgésicos de uma santa indolência


Leno de Andrade - 02 de junho de 2009

2 comentários:

Pseudokane3 disse...

O tio voltou a ter computador? Preservativos vindos de ti é uma palavras deveras suspeita...

Indolência: a palavra preferida do Ney Matogrosso!

Estamos de volta? Preservemos, então!

WPC>

Leno disse...

ah sim, acho que voltei hehehe

O bom de um mundo redondo é que podemos voltar sem deixar de andar pra frente (Bonito isso né?) rsrs