sexta-feira, 15 de maio de 2009

PRETEXTO PARA FALAR DO PERFEITO (ATRAVÉS DA POESIA ALHEIA):

Programa imperdível para quem estiver em casa às 23h de amanhã. Na TV Cultura, será exibido “Morte e Vida Severina” (1977, de Zelito Viana), filme baseado na obra-prima literária de João Cabral de Melo Neto e musicado por Chico Buarque, artista magistral que me fez lembrar quase sempre do Perfeito.

É por isso que lhe dedico:

“De sua formosura
já venho dizer:
é um menino magro,
de muito peso não é,
mas tem o peso de homem,
de obra de ventre de mulher.

De sua formosura
deixai-me que diga:
é uma criança pálida,
é uma criança franzina,
mas tem a marca de homem,
marca de humana oficina.

Sua formosura
deixai-me que cante:
é um menino guenzo
como todos os desses mangues,
mas a máquina de homem
já bate nele, incessante.

Sua formosura
eis aqui descrita:
é uma criança pequena,
enclenque e setemesinha,
mas as mãos que criam coisas
nas suas já se adivinha.

(...)

É tão belo como a soca
que o canavial multiplica.
Belo porque é uma porta
abrindo-se em mais saídas.
Belo como a última onda
que o fim do mar sempre adia.
É tão belo como as ondas
em sua adição infinita.
Belo porque tem do novo
a surpresa e a alegria.

Belo como a coisa nova
na prateleira até então vazia.
Como qualquer coisa nova
inaugurando o seu dia.
Ou como o caderno novo
quando a gente o principia”


Rafael Maurício é a Beleza, Chico Buarque é a genialidade e João Cabral de Melo Neto retrata o sublime. Uma combinação imperdível!

Wesley PC>

2 comentários:

Leno disse...

oia, acho que vou ver o filme.

Mas quando verei o perfeito???

Valeu por avisar

Gomorra disse...

O Perfeito está com raiva...

mas parece que vai ter feijoada ou almoço público na casa de Diego Bolacheira no domingo... Coelhinho é quem conhece os prolegômenos. Vê com a tia e abandona este sedentarismo!

E o filme é amanhã às 23h, na TV Cultura, musical de primeira. Recomendo!

WPC>